Picos(PI), 22 de Outubro de 2017
Cidades
Prefeitura de Santana realiza operação para conter incêndio
Um incêndio florestal de grandes proporções têm atingido a zona rural do município
Em 05/10/2017 por Jesika Mayara
Tamanho da fonte - +

Fogo deixou um rastro de destruição na cidade (Foto: Ascom)

Desde a última terça-feira (03) a população santanense sofre com a ocorrência de um incêndio florestal que ameaça atingir residências. O rastro de destruição já corresponde ha mais de 10 quilômetros de vegetação nativa queimada, além da fauna e prejuízos materiais para os agricultores que tiveram propriedades agrícolas devastadas pelo fogo.

O fogo que surgiu há três dias na Baixa Verde, próximo ao Povoado Queimada da Ema, zona rural da cidade, em poucas horas se aproximou do centro urbano.

Lamentando o incidente e oferecendo suporte para conter o incêndio, a Prefeitura de Santana do Piauí através das secretarias municipais iniciaram um trabalho para controlar as chamas junto à população, Corpo de Bombeiros, vereadores, Grupamento de Polícia Militar do município e soldados do 3° Batalhão de Engenharia e Construção (3° BEC).

Veículos da frota municipal como carros-pipa, maquinário de obras e os carros de uso do Executivo e das secretarias também foram usados para levar água às áreas de difícil acesso e oferecer maior agilidade para apagar os focos.

O secretário de Agricultura de Santana do Piauí, Francisco de Moura Sobrinho, o Netinho, destacou que o esforço de contenção do fogo teve início por volta de 13h00 de ontem, na Comunidade Várzea dos Francos. No local, a possibilidade das residências serem atingidas era iminente, mas graças ao apoio de populares e a força-tarefa montada a situação foi contornada.

“Famílias assustadas não queriam ser retiradas de suas residências. O risco de incendiar tudo era grande, começamos a jogar água no interior das residências, em colchões, cortinas, no telhado. Foi acionado o Corpo de Bombeiros que chegaram e deram todo o suporte, um trabalho muito importante. A noite tivemos o apoio do 3° BEC  já pra fazer um levantamento de todo o risco que estava ocorrendo”, afirmou o secretário.

Os voluntários e a equipe permaneceram até quase 23h00 buscando conter o incêndio. Devido à gravidade da situação, uma viatura do Corpo de Bombeiros foi deslocada ainda na noite de ontem até o local para reforçar a ação. Soldados do 3° BEC também realizaram um levantamento da área.

A prefeita de Santana do Piauí, Maria José de Sousa Moura (PP) agradeceu à população e todas as insituições que participam da operação para controlar o incêndio. Para a gestora o espirito de união tem feito a diferença.

"A situação é grave e infelizmente todos os anos enfrentamos este problema. Temos feito tudo que é possível. Desde ontem nossos carros levam água para os locais do fogo, nossos funcionários também estão se doando no trabalho. É preciso termos consciência e zelar pela nossa natureza, pela vida de animais e do homem. Agradecemos a todos os envolvidos e ao povo santanense que há horas se doam na missão de apagar o fogo", afirmou a prefeita.

Na manhã de hoje, uma equipe da Prefeitura Municipal e populares santanenses já iniciaram novamente o trabalho de apagar o fogo que se encontra na Comunidade Lagoa Seca.

Incêndios são um problema antigo

Os santanenses revivem a mesma tragédia ocorrida em 2016 quando comunidades rurais enfrentaram um incêndio que durou oito dias. Na ocasião, os populares sem quase instrumentos conseguiram com seus próprios esforços conter as chamas, um terror ainda não esquecido pelas famílias. 

Ascom

Facebook
Enquete

picos40graus.com.br - 2015 - 2017 - © - Todos os direitos reservados.
Av. Getúlio Vargas, 484 - Apto 202 - 2º Andar
Centro - Picos - Piauí - CEP: 64.600-002
Email: contato@picos40graus.com.br

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade do Picos 40 Graus.
Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria
e são de inteira responsabilidade de seus autores.