Picos(PI), 22 de Junho de 2018
Geral
Piauí registra três mortas por afogamento em menos de 24 horas
Uma criança de três anos, um idoso de 73 e uma adolescente de 16 anos se afogaram
Em 05/01/2018 por Jesika Mayara
Tamanho da fonte - +

(Foto: Corpo de Bombeiros do Piauí)

Uma menina de três anos morreu após se afogar na piscina de um balneário na localidade Boca do Mocambo, próximo ao município de José de Freitas, a 84 km de Teresina. De acordo com o capitão Carrias, subcomandante da Polícia Militar da cidade, a criança estava acompanhada, mas caiu em um momento de descuido da família, que estava no local como turista. Além dela, mais duas pessoas morreram de forma semelhante no estado nas últimas 24 horas.

O caso aconteceu na quarta-feira (3). De acordo com o capitão Carrias, a menina chegou a ser socorrida pelos familiares, mas não resistiu. “Quando correram para pegar a criança, ela já tinha ingerido bastante água, e não deu para salvar. Não deu tempo de levar para o hospital”, relatou o capitão Carrias. O corpo da criança foi levado para o Instituto Médico Legal, em Teresina.

Na cidade de Porto, uma adolescente de 16 anos morreu afogada no rio Parnaíba. O afogamento aconteceu por volta das 15h de quarta-feira (3). Segundo informações do sargento J. Luiz, a adolescente estava acompanhada de uma amiga quando mergulhou na água e não mais subiu à superfície. O corpo da jovem foi encontrado horas depois por pescadores, na coroa do rio.

Em Agricolândia, Elias Mendes Ribeiro, de 73 anos, se afogou ao cair por acidente em um açude. De acordo com o cabo Emiliano Monteiro, da Polícia Militar da cidade, o idoso andava de bicicleta pela orla do açude quando se desequilibrou e caiu na água. “Umas crianças viram o ocorrido e correram para pedir ajuda. Mas quando as pessoas chegaram, ele já estava praticamente morto”, contou o cabo Monteiro.

De acordo com o policial o açude, chamado Lagoa da Barra, tem grande profundidade mesmo próximo à margem. “Lá é complicado. É muito fundo e não tem grade ao redor”, comenta. Outras duas pessoas morreram afogadas no mesmo local no dia 3 de dezembro de 2017.

Outros casos
Desde o dia 31 de dezembro de 2017 os afogamentos têm se multiplicado pelo Piauí. No último dia do ano, Valdeir Félix, de 37 anos, morreu quando banhava nas águas do rio Poti na cidade de Castelo do Piauí. De acordo com o presidente da Condatur (Associação dos Condutores de Turistas e Visitantes de Castelo do Piauí), Augusto Vasconcelos, Valdeir conhecia o rio desde a infância, e era um exímio nadador.

No dia 1 de janeiro, o jovem Robson Alves, de 27 anos, se afogou quando banhava no mar da praia da Pedra do Sal, na cidade de Parnaíba. O acidente aconteceu por volta das 15h, durante uma festa que acontecia por conta do final do ano. A Polícia Militar tentou resgatar o jovem, e uma equipe do Samu tentou socorrê-lo, mas ele não resistiu.

Ainda no dia 1 de janeiro, um menino de 12 anos se afogou no rio Parnaíba, na cidade de União, enquanto banhava junto com amigos. O corpo do menino só foi localizado pelo Corpo de Bombeiros na terça-feira (2).

G1

Facebook
Enquete

picos40graus.com.br - 2015 - 2018 - © - Todos os direitos reservados.
Av. Getúlio Vargas, 484 - Apto 202 - 2º Andar
Centro - Picos - Piauí - CEP: 64.600-002
Email: contato@picos40graus.com.br

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade do Picos 40 Graus.
Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria
e são de inteira responsabilidade de seus autores.