Picos(PI), 20 de Fevereiro de 2018
Saúde
Pelo menos 57 cidades do Piauí devem intensificar campanha contra febre amarela
Nota técnica sobre a doença foi emitida pela Secretaria de Estado da Saúde
Em 18/01/2018 por Redação
Tamanho da fonte - +

De julho de 2017 pra cá, Brasil já confirmou 35 casos de febre amarela (Foto: Divulgação)

Diante dos últimos boletins com a notificação de casos de febre amarela no país, inclusive com óbitos já registrados em território nacional, a Secretaria de Estado da Saúde emitiu Nota Técnica para os municípios acerca das ações de vigilância da doença, como medidas preventivas, além de intensificar a cobertura vacinal, especialmente nos municípios que fazem fronteira com o Estado da Bahia.

De acordo com a gerente de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde, Miriane Araújo, cerca de 57 municípios piauienses sugerem maior cuidado pelo fato se limitarem com estados que apresentaram notificação de casos da doença. “Avelino Lopes, Barreiras do Piauí, Caracol, Corrente, Cristalândia, Curimatá, Dirceu Arcoverde, Dom Inocêncio, Julio Borges, Sebastião Barros são exemplos de municípios que fazem fronteira com a Bahia, estado que já registrou casos, portanto, devem intensificar suas ações na prevenção da doença”, explica.

Miriane Araújo diz ainda que, em 2017, o estado vacinou 27.314 pessoas o que representa uma cobertura média de 57,14% da faixa de indivíduos a serem vacinados, segundo orientação do Ministério da Saúde. Entretanto, ela alerta para que cada município precisa se manter vigilante quanto à cobertura vacinal. “A Nota Técnica sugere atenção para a análise da cobertura vacinal, mas também traz orientações para profissionais de saúde quanto às ações e procedimentos acerca dos cuidados para tratar do agravo”, afirma.

Os municípios piauienses considerados como área de risco:

Alvorada do Gurguéia, Anísio de Abreu, Antônio Almeida, Avelino Lopes, Baixa Grande do Ribeiro, Barreiras do Piauí, Bertolínia, Bom Jesus, Bonfim do Piauí, Brejo do Piauí, Canavieira, Canto do Buriti, Caracol, Colônia do Gurguéia, Coronel José Dias, Corrente, Cristalândia do Piauí, Cristino Castro, Curimatá, Currais, Dirceu Arcoverde, Dom Inocêncio, Eliseu Martins, Fartura do Piauí, Gilbués, Guadalupe, Guaribas, Itaueira, Jerumenha, João Costa, Júlio Borges, Jurema, Landri Sales, Manoel Emídio, Marcos Parente, Monte Alegre do Piauí, Morro Cabeça no Tempo, Nazária, Palmeira do Piauí, Parnaguá, Pavussu, Porto Alegre do Piauí, Redenção do Gurguéia, Riacho Frio, Ribeiro Gonçalves, Rio Grande do Piauí, Santa Filomena, Santa Luz, São Braz do Piauí, São Gonçalo do Gurguéia, São João do Piauí, São Lourenço do Piauí, São Raimundo Nonato, Sebastião Barros, Sebastião Leal, Tamboril do Piauí, Uruçuí e Várzea Branca.

Brasil
De acordo com o Ministério da Saúde, os casos registrados de febre amarela no país, seguem de forma sazonal, ocorrem principalmente nos meses de verão, sendo o espaço temporal analisado de 1º de julho a 30 de junho. Durante o período de monitoramento atual, que começou em julho de 2017 e vai até junho de 2018, foram confirmados 35 casos de febre amarela no país, sendo que 20 vieram a óbito, até 14 de janeiro deste ano. Ao todo, foram notificados 470 casos suspeitos, sendo que 145 permanecem em investigação e 290 foram descartados.

Fonte: CCOM-PI

Facebook
Enquete

picos40graus.com.br - 2015 - 2018 - © - Todos os direitos reservados.
Av. Getúlio Vargas, 484 - Apto 202 - 2º Andar
Centro - Picos - Piauí - CEP: 64.600-002
Email: contato@picos40graus.com.br

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade do Picos 40 Graus.
Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria
e são de inteira responsabilidade de seus autores.