Picos(PI), 26 de Abril de 2018
Política
Mainha diz que reforma da previdência organiza as finanças do Brasil
Segundo ele, se a matéria for votada só após as eleições, corre o risco de não sair
Em 09/02/2018 por Jesika Mayara
Tamanho da fonte - +

(Foto: Wilson Filho/Cidadeverde.com)

O deputado federal Maia Filho, do Progressistas, defendeu nesta sexta-feira (9) que a aprovação da reforma da previdência vai organizar as finanças do país. Segundo ele, se a matéria for votada só após as eleições, corre o risco de não sair.

"Quem deveria está preocupado com a reforma da previdência, a rigor, seria os aposentados, pois a reforma da previdência é para organizar as finanças brasileiras e dar pra eles uma segurança de futuro. O que está se  combinando a boca miúda nos corredores é deixar pra votar a reforma depois da eleição. É desleal", afirmou o deputado em entrevista  à TV Cidade Verde.

Mainha criticou os partidos que sabem da importância da reforma e, só por que não estão mais no governo, viram as costas para o projeto.

"A reforma é obrigada a se fazer. O PT sabe disso e o PSDB também. A reforma tirou os aposentados rurais, mantém os 15 anos de contribuição, ela tirou os policiais e  beneficou os professores. Foi totalmente desidratada", defendeu.

O deputado ainda alertou: sem reforma, haverá cortes nas aposentadorias. "Se não aprovarmos só existe duas alternativas: uma reforma de urgência cortando os valores das aposentadorias, atrasando, ou se emitindo mais moeda. Isso é a pior solução que existe", finalizou.

 

Facebook
Enquete

picos40graus.com.br - 2015 - 2018 - © - Todos os direitos reservados.
Av. Getúlio Vargas, 484 - Apto 202 - 2º Andar
Centro - Picos - Piauí - CEP: 64.600-002
Email: contato@picos40graus.com.br

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade do Picos 40 Graus.
Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria
e são de inteira responsabilidade de seus autores.