Picos(PI), 18 de Julho de 2018
Política
Governo lança Plano Estadual de Segurança Pública na sexta
O mecanismo vai nortear as políticas públicas voltadas para a segurança
Em 05/04/2018 por Jesika Mayara
Tamanho da fonte - +

Plenária para elaboração do Plano Estadual de Segurança Pública (Foto: Ascom Secretária de Segurança)

O Governo do Piauí lança, nesta sexta-feira (06), às 7h, no ginásio do Batalhão de Policiamento Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Bprone), no bairro Matinha, em Teresina, o Plano Estadual de Segurança Pública. O mecanismo vai nortear as políticas públicas voltadas para a segurança em todo o território do estado, desenvolvendo ações de estrutura e melhorias em recursos humanos.

Para o secretário de Estado da Segurança, Fábio Abreu, o plano piauiense já é uma realidade e está referenciado nas demandas da população. “Algumas das ações já estão em curso. O maior destaque que damos a este plano é sua abertura à participação popular. É o único plano que existe no país que tem até agora esta metodologia”, afirmou o gestor.

Os eixos do programa são baseados em audiências feitas pelos órgãos de segurança do estado que reuniram quase duas mil pessoas em diferentes pontos do território. Dentre as linhas de ação, estão políticas na área da atenção à saúde do profissional da segurança, aposentadoria, política habitacional, estruturação de carreira, formação continuada e equidade de gênero, de raça e etnia.

O plano também abarca políticas para a área de monitoramento e inteligência estratégica, integração de unidades de segurança e modernização das estruturas do setor. Os temas se subdividem em oito programas que, por sua vez, abrigam 20 projetos para a área.

A integração das forças de segurança seguem uma política internacional de aproximação entre as forças policiais e a sociedade. A subsecretária da Segurança, delegada Eugênia Villa, explica que a política estadual é inspirada em metodologias da polícia inglesa Scotland Yard, que recentemente passou a trabalhar com o diálogo efetivo com a sociedade.

“São métodos de trabalho que buscam o consentimento da população com as ações policiais. Sem o consentimento da população não trabalharemos com legitimidade”, explicou Villa. 

O Plano Estadual de Segurança deverá ir ao encontro do Plano Nacional de Segurança traçado pelos governadores do Nordeste que assinalou para a classificação de zonas de risco na região e para o fortalecimento das polícias nas divisas entre os estados.

O governador Wellington Dias defende a criação no Piauí de um “cinturão de segurança” para controlar a entrada de armas, drogas e quadrilhas de assalto a bancos e transportes de valores no território piauiense.

CCOM PI

 

Facebook
Enquete

picos40graus.com.br - 2015 - 2018 - © - Todos os direitos reservados.
Av. Getúlio Vargas, 484 - Apto 202 - 2º Andar
Centro - Picos - Piauí - CEP: 64.600-002
Email: contato@picos40graus.com.br

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade do Picos 40 Graus.
Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria
e são de inteira responsabilidade de seus autores.