Picos(PI), 22 de Julho de 2018
Polícia
Polícia ainda não tem pistas sobre autores de homicídio em Picos
As investigações sobre o segundo homicídio do ano ainda não tiveram início
Em 10/04/2018 por Jesika Mayara
Tamanho da fonte - +

Biô durante prisõa no ano de 2013 (Foto: Foto Polícia Militar/ Edição Picos 40 Graus)

A Polícia Civil ainda não tem pistas sobre os executores do presidiário Francisco José da Silva, de 60 anos, morto na tarde do dia 28 de março, no bairro Aerolândia, em Picos.

Passados treze dias as investigações ainda não tiveram início, devido a falta de estrutura e da Delegacia Regional de Picos e a greve da categoria, que nesta terça-feira, 10, chega ao seu sétimo dia.

Biô, como era conhecida a vítima, foi morto horas após deixar a Penitenciária Major Cesár Oliveira.

Ao chegar a Picos, ele seguia a pé para a residência de familiares. Populares informaram à polícia que dois homens em uma motocicleta realizaram o crime.

Até o momento não existem pistas dos autores nem da motivação do segundo homicídio do ano na cidade, além disso, nenhuma testemunha foi intimada.

Relembre o caso: Homem é executado horas após sair do presídio

Facebook
Enquete

picos40graus.com.br - 2015 - 2018 - © - Todos os direitos reservados.
Av. Getúlio Vargas, 484 - Apto 202 - 2º Andar
Centro - Picos - Piauí - CEP: 64.600-002
Email: contato@picos40graus.com.br

Somente os artigos não assinados são de responsabilidade do Picos 40 Graus.
Os demais, não representam necessariamente a opinião desta editoria
e são de inteira responsabilidade de seus autores.