Picos(PI), 29 de Junho de 2022

Matéria / Saúde

Piauí é o 6º estado do país com maior número de casos de hanseníase

16/01/2022 - Redação

Imprimir matéria
P40G-IMG-20bbf4af07d6f3425e.jpg (Foto: Arquivo O Dia)
P40G-IMG-20bbf4af07d6f3425e.jpg (Foto: Arquivo O Dia)

O Piauí é o sexto estado no Brasil com a maior quantidade de diagnósticos de Hanseníase, uma doença infectocontagiosa e crônica. Com um parâmetro muito alto de incidências da doença, o estado também é o segundo com maior número de casos na região Nordeste, ficando atrás somente do Maranhão. 

De acordo com a biomédica Sara Moura, coordenadora do Centro Maria Imaculada, a hanseníase é uma doença dermatoneurológica que deve ser tratada precocemente a fim de se evitar sequelas. “Na maioria das vezes apresenta manchas, locais com perda de sensibilidade e algumas vezes os pacientes relatam que não sentem sensibilidade no local ou não conseguem realizar algumas atividades como calçar uma sandália”, explica a biomédica. 

O diagnóstico e o tratamento precoce da doença promovem a cura e evitam a transmissão e surgimento de novos casos. O tratamento para a hanseníase é gratuito no Brasil e é oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS). 

Janeiro Roxo
Este mês, devido ao ‘Janeiro Roxo’, campanhas de conscientização e combate à hanseníase estão sendo promovidas no Piauí. O Centro Maria Imaculada, serviço de atenção e saúde vinculado à Ação Social Arquidiocesana (ASA), vai desenvolver atividades como parte da programação. 

Segundo Sara Moura, durante o mês serão intensificadas as avaliações para pessoas que estão em contato com pacientes diagnosticados com hanseníase ou apresentam sintomas de dormência e perda de sensibilidade. “Nós estamos nessa luta e vamos desenvolver várias atividades durante a campanha. Algumas ações vão acontecer no Centro Maria Imaculada e outras em diversos locais da cidade com o apoio da Sesapi”, disse.

 

Fonte: Portal O Dia

Facebook